+ARE YOU A
COFFEE
LOVER!?
MELTINO LATTE ART SHOW Refletindo o seu espírito inovador e diferenciador ...

 
+ATTITUDE
MAGAZINE,
JULHO 2011
 
Conceber um projeto carismático e funcional, que permaneça na memória visual do público ...

 
+VISÃO, MARÇO 2011  
Um café situado num centro comercial de Braga, anda a aparecer em sítios de arquitetura internacionais.

VISÃO, MARÇO 2011

Como é que um café no interior de um centro comercial pode marcas pela diferença? Esta foi a questão que pairou na cabeça da Arquiteta Cláudia Costa (Atelier Loff) quando lhe propuseram a reformulação de um espaço de lazer dentro do centro comercial Braga Parque. Ainda por cima seria o único espaço para fumadores daquela superfície comercial. Tarefa complexa? Para ela, pelos vistos, não foi. E o espaço, aberto desde o final do ano passado, tem surgido em diversas revistas e sítios de arquitetura e design internacionais como a holandesa Frame Magazine, a americana Arch Daily ou a inglesa The Contemporist.

Se era de café que se tratava – e neste caso da marca portuguesa MELTINO, propriedade da Lanhoso, Torrefação de Cafés - , Cláudia optou por desenhar todo o projeto a partir do desenho das próprias sementes. “Peguei na imagem de um grão de café e comecei a desfragmentá-la”. É essa “desfragmentação das imagens” em várias escalas que acompanha todo o espaço de bar/café e lounge, dividido por duas espécies de “caixas”. As próprias paredes foram duplicadas de modo “a ressaltar as perfurações e a dar corpo ao espaço”, conta a arquiteta que abriu o seu próprio ateliê em Braga há cerca de um ano e meio depois de ter trabalhado em Madrid. O branco é a cor dominante contrastando apenas com o castanho das mesas e tampos das cadeiras, feitos a partir de derivados de café e resíduos de plásticos.

A luz é outro aspeto fundamental do espaço. A arquiteta e lighting designer, de 31 anos, apostou na iluminação indireta através de lâmpadas LED de cor laranja permitindo a criação de “um ambiente mais acolhedor e tranquilo”, para que o “publico não tenha a sensação de se encontrar no interior de um centro comercial”. Para a marca de cafés “a aposta numa arquitetura diferente de uma loja “sempre foi uma preocupação”, conta Lara Gonçalves, diretora comercial da MELTINO.

No espaço lounge, onde sobressaem pufes coloridos no chão, poderá, a partir de maio, adquirir (ao quilo) café especial de fazenda. Neste setor, será colocado um torrador que irá moer cafés do Brasil, Nicarágua e Panamá. Ainda este ano, pretendem também comercializar chás gourmet e alargar o conceito deste espaço a outras zonas do País, nomeadamente Lisboa.
 
meltino café © 2015    dezvezesdez